• Ciclo Gestão de Resíduos

O que é Logística Reversa e Como Funciona?

Atualizado: 15 de Ago de 2019



Logística Reversa é a área da logística que trata, de modo geral, do transporte de produtos, embalagens ou outros materiais, desde o lugar onde é adquirido pelas pessoas (lojas, mercados, vendinhas...) até o local de origem (onde foi fabricado).


O processo de logística reversa existe há muito tempo; porém, esse processo não era chamado assim, costumava ser chamado como Logística Inversa.


Vamos citar alguns exemplos de logística reversa, como: o retorno das garrafas (vasilhame), coleta seletiva e resíduos recicláveis.


O conceito da logística reversa diz: após a vida útil do produto, ele deverá retornar, de alguma forma, à natureza (ou o mais próximo disso).


A implantação da logística é bem complicada e cheio de processos.





Para fazer a distribuição dos produtos, as empresas os transportam do lugar de origem, que geralmente é um grande centro de distribuição para armazéns menores, até que eles cheguem ao seu destino: o consumidor final.


Já para inverter esse processo, as empresas precisam programar algumas formas de conseguir de volta os resíduos gerados a partir dos produtos nos quais estão espalhados por toda área de distribuição e centralizar tudo em um lugar bem grande para poder fazer seu tratamento.


Então fica claro que os custos logísticos são bem mais altos quando se trata de logística reversa.


Exemplos de logística reversa são os pontos de coleta de pilhas e baterias em determinados locais como supermercados, alguns shoppings, lojas e pontos de coleta.


Uma vez coletadas, os resíduos serão sujeitados a tratamentos para neutralizar ou diminuir o impacto ambiental devido ao seu descarte.


Quais Empresas são Obrigadas a Fazer Logística Reversa?



A logística reversa já é implementada no Brasil para manter as boas práticas ambientais, pelas empresas que são certificadas na ISO 14001.


Porém, a (PNRS) Política Nacional de Resíduos Sólidos (lei 12.305/2010) decidiu que algumas empresas são obrigadas a inserir esse tipo de logística


As empresas que PRECISAM implementar a logística reversa hoje são as que produzem os seguintes produtos:


➡ Pneus; ➡ Pilhas e baterias;

➡ Agrotóxicos (resíduos e embalagens);

➡ Óleos lubrificantes (resíduos e embalagens);

➡ Produtos eletroeletrônicos (e componentes); ➡ Lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista;

➡ Produtos produzidos e vendidos em embalagens plásticas, metálicas ou de vidro.


Vantagens da Logística Reversa


As principais vantagens são a que as empresas conseguirão usufruir de uma imagem mais respeitosa junto aos consumidores e ainda, teremos um meio ambiente com menos resíduos, diminuindo a poluição e a contaminação do solo, rios....


Porquê Praticar a Logística Reversa é bom para Todos?



Antigamente a logística de resíduos era basicamente transportar as sobras da produção e do consumo para aterros sanitários ou para lixões da cidade.


Evidentemente, já existia a reciclagem de materiais como alumínio, ferro e papel. Apesar disso não existia tanta tecnologia para transformação de materiais menos comuns e não existia também essa preocupação com o meio ambiente como existe hoje.


Mas tempos mudaram, novas tecnologias apareceram e hoje resíduos de algumas indústrias são utilizados para produzir outros produtos.


Também aumentou a reciclagem dos produtos e materiais, hoje os aterros estão sendo substituídos por locais que são segmentados por tipo de resíduo, não é uma boa notícia?


Algumas empresas já se destacam por implementarem a logística reversa, já outras ficam pra trás dos seus concorrentes que implantaram esse importante processo. Estão perdendo todas as vantagens por não aprimorar a destinação dos resíduos.


Infelizmente, a Logística reversa ainda é desafio para o Brasil. Mas isso não quer dizer que não vamos chegar lá! Conte com a Ciclo para te ajudar:

19 99207-3136 - www.cicloresiduos.com.br

Entre em Contato e Saiba Mais Detalhes! VEJA QUAIS OS TRANSPORTES PARA RESÍDUO

52 visualizações