• Ciclo Gestão de Resíduos

O que é Sustentabilidade?



Um assunto muito comentado nos dias atuais é a sustentabilidade (desenvolvimento sustentável).


Mas, o que significa sustentabilidade?


A ideia desse conceito surgiu a partir do ''ecodesenvolvimento', proposto durante a Primeira Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, na Suécia, em 1972.

Mas o termo “desenvolvimento sustentável” foi usado pela primeira vez em 1987, pela primeira-ministra da Noruega.


Ela chegou a publicar um livro que, traduzido, teria o nome ''Nosso Futuro em Comum'', onde escreveu que o desenvolvimento sustentável significa ''suprir as necessidades atuais sem afetar a qualidade de vida das gerações futuras, para que elas tenham recursos para suprirem as próprias necessidades".


Portanto, é o desenvolvimento de atividades onde não se esgotam os recursos, deixando-os permanentemente disponíveis dentro das possibilidades.


Ao longo da história, o ser humano via-se dono da natureza e acreditava que ela existia exclusivamente para o seu bem-estar e para servir ao desenvolvimento econômico

E foi dessa mentalidade que surgiu uma sociedade consumista, que é exatamente o contrário do conceito da sustentabilidade, pois as empresas da época buscavam extrair o máximo de recursos naturais visando o lucro.


Situação o que ocasionou em MUITO desperdício de materiais, pois usavam como se os recursos naturais fossem eternos.


Por causa dessa irresponsabilidade vieram as consequências: como poluição ambiental.

O que comprovou que o ser humano não pode sair por aí fazendo o que bem entende pelo próprio bem-estar sem se preocupar com as consequências.


Foi aí que tivemos que evoluir e mudar a forma como vemos a relação entre o meio ambiente e o desenvolvimento econômico.


O Equilíbrio Entre Meio Ambiente e a Economia



Entre 1980-1990, houve uma reavaliação do conceito de desenvolvimento, a partir daí começaram a buscar novas estratégias de distribuição, com o objetivo de repartir de modo consciente os benefícios do crescimento da economia mundial.


Agora que as ideias da sustentabilidade levavam em conta que deveria haver um equilíbrio entre a natureza e a sociedade, e então, começaram ser ''ecologicamente corretos''.


Criaram a consciência de não deveriam esgotar os recursos naturais e deveriam também tratar o meio ambiente com mais respeito para poder haver esse equilíbrio.

As estratégias eram baseadas em usar somente a quantidade de recursos necessários a fim de evitar desperdícios.


Veja algumas das estratégias, nas quais devemos empregar também nos dias de hoje:

➡ Preferir produtos com embalagens menos nocivas à natureza;

➡ Consumir menos carne, a fim de diminuir a liberação de gás metano, que estimula efeito estufa;

➡ Utilizar mais os transportes públicos ou usar bicicletas (e hoje também os patinetes);

➡ Não utilizar produtos com substâncias como o CFC, prejudica a camada de ozônio;

➡ Realizar coleta seletiva em casas e empresas;

➡ Praticar a reciclagem e reutilização de materiais.


''A sustentabilidade não a intenção de atrapalhar o desenvolvimento, não é isso. A intenção e fazer com que as pessoas adquiram uma nova forma de pensar, utilizando meios para permitir o crescimento econômico sem comprometer a saúde do meio ambiente''''.


O que é muito justo!


Pois, na prática, se não houver essa conscientização e o equilíbrio entre as partes, se não dermos importância ao desenvolvimento sustentável, o quê a geração de hoje deixará para as futuras gerações? Apenas restaram terras inférteis, falta de água, ar poluído, enfim, o mundo vai virar um daqueles lugares quase inóspitos que costumamos ver em filmes de apocalipse, um verdadeiro CAOS.


OPORTUNIDADES



Além do mais, nesse processo, aparecem novas oportunidades de negócios tanto para pessoas como para empresas.


A RECICLAGEM, por exemplo, é uma excelente ideia para ajudar na diminuição dos resíduos gerados por pessoas e empresas e deve ser usada como estratégia no desenvolvimento sustentável.


Uma boa oportunidade para alavancar novos empreendimentos, incentiva a geração de emprego, o que vai gerar renda para diversas famílias.


O mercado de materiais recicláveis está ao alcance do micro e pequeno empresário.


Com investimentos entre 100 e 150 mil já possível começar nessa área e, com menos ainda já dá para criar um pequeno negócio nesse mercado, que tem se mostrado muito promissor.


Outro negócio são as cooperativas de catadores, que pode ser uma alternativa de emprego e renda para a população brasileira.


Aliás, os catadores geram altos índices de reciclagem de alguns materiais, recolhendo latas de alumínio e papelão e eles têm se tornado esses pequenos negócios cada vez mais rentáveis.


Reciclar faz bem para o meio ambiente e ainda ajuda na economia do país.


Precisa reciclar? Entre em Contato! Clique para falar no WhatsApp: http://bit.ly/cicloresiduos

✅ 19 99207-3136

2 visualizações